Ocorreu um erro neste gadget

sábado, 15 de outubro de 2011

Esses enganos necessários..

Não sei onde vou estar daqui a um ano.. Afinal, mal sei quais vão ser meus passos amanhã.
Pensar no futuro é sempre inevitável, de uma forma ou outra pensamos, e por pensar deixamos de agir e deixando de agir deixamos de viver.
Sinto que isso me ocorre todos os dias, e que não há nada o que eu possa fazer, afinal além de mim, tudo depende do destino, que sempre dá um empurrãozinho..
Ás vezes o destino me estressa, as vezes eu mesma me estresso.. Não entendo o porquê exato de certas coisas acontecerem, ou melhor, o porquê exato de não acontecerem.
Eu mudo um pouquinho a cada dia, alguma opinião aqui, outra ali, mas o que eu pensei desde o inicio sobre o que estou pensando agora, continua a mesma coisa, nada mudou, só mudou minha coragem de persistir, fujo de coisas que não fazem meu gênero e assim vou talvez me desviando de coisas que deveriam acontecer.
Só que essa noite não estou me importando com o que vai acontecer, porque uma coisa ficou rondando minha mente muito tempo, persistentemente, e se essa 'coisa' estiver presente no meu futuro, será muito bom, mas agora, nesta madrugada, eu parei de imaginar e só vou deixar esses enganos necessários fazerem parte de mais um dos pensamentos de minha série de paranoia e maluquice..