Ocorreu um erro neste gadget

domingo, 17 de fevereiro de 2013

Sincronia

Liguei a luz, com ela veio a certeza de que fevereiro deixava evidente o ritmo acelerado que minha vida tinha assumido e ainda iria assumir.
O calor da estação não era o bastante para substituir todo calor que minha alma pedia agora.
Sábado ao contrário de um dia boêmio, virara dia de reflexão, pensamentos e questões a serem respondidas. Minha cabeça ainda rodava sem saber se as coisas caminhavam como eu queria. Enquanto me apoiava levemente na parede lateral do quarto fechei os olhos na tentativa de aliviar o agitamento da minha mente que não conseguia parar de correr em volta dos meus passos. Imaginei a praia, deu quase pra sentir a brisa do fim de tarde tocando o rosto, ou então a areia molhada enquanto ia me aproximando da água que de dez em dez segundos me alcançava e eu sentia como se tudo estivesse resolvido, puro e tranquilo. Respirei fundo e novamente abri os olhos ainda com um meio sorriso. Não gostava tanto de mudanças, mas também não conseguia me distanciar delas. Perseguição, aventura, não sei o que era, mas precisava mudar sempre, preciso, só assim se evoluí, ou se machuca, ou se fortalece, mas se evolui. Desliguei a luz com a convicção de que mesmo não sendo fácil, algo bem lá no fundo arrancava o medo, a incerteza, e dizia que vai se realizar. A vida vai se realizar.


Nenhum comentário: